Paraquat para taro

TaroO taro é uma lavoura tropical de raiz rígida, sendo o alimento básico em muitas comunidades de subsistência, especialmente nas ilhas do Pacífico. Frequentemente chamado “a batata dos trópicos” taro constitui quase 20% do consumo calórico diário das populações de algumas áreas, em comparação com apenas 3-5% representados pela batata para as populações dos EUA e Europa. Economicamente, ele é uma fonte importante de receita de exportação, principalmente para suprimento de ilhéus expatriados que moram na Austrália, Nova Zelândia e costa oeste dos EUA. Por ser uma lavoura tropical, proteger o taro das ervas daninhas é essencial. As ervas daninhas proliferam nesses climas úmidos e quentes, roubando a safra.
“O paraquat na Samoa não tem apenas ajudado agricultores a fornecer um alimento básico, mas também permitido que o taro se torne uma lavoura de exportação muito importante. É o único produto do qual já ouvi falar que pode ser usado com segurança para a lavoura”.
- David Browne, Venture Exports Nova Zelândia. David tem mais de 30 anos de experiência nas Ilhas do Pacífico.
O taro seco é mais comum do que o sistema alternativo de cultivo alagado, chegando mais rápido ao ponto de colheita, porém com safras menores. Neste sistema, o taro deve ser plantado no início da estação chuvosa. O controle de ervas daninhas é crucial no taro seco, especialmente nos 3 primeiros meses. As ervas daninhas proliferam nesses climas e uma variedade enorme de espécies anuais e perenes deve ser controlada por capinação manual ou através da pulverização de herbicidas.

Arquivo de fatos do Taro

  • 1,3 milhões de hectares cultivados no mundo
  • 80% cultivados na África, especialmente Nigéria
  • 5 a 15 meses do plantio à colheita
  • 20% das calorias diárias podem vir do taro
O paraquat é o herbicida preferido para controle de ervas daninhas de sementeiras devido ao amplo espectro de controle e porque os riscos de lixivia

Definição

O processo natural pelo qual as substâncias solúveis em água são carregadas para baixo, através do solo, até as águas subterrâneas.
ção e dano à lavoura com outros produtos geralmente são enormes. Como o paraquat é desativado imediatamente ao entrar em contato com o solo e devido ao fato de que pequenas quantidades que salpiquem tecidos da lavoura causam apenas danos localizados e temporários, ele pode ser usado com segurança após o plantio e até quando a lavoura começa a emergir. Próximo da emergência, o risco de dano pelo contato de herbicidas sistêmicos não seletivos

Definição

Um produto químico usado para eliminar somente certos tipos de ervas daninhas (ervas daninhas anuais gramíneas ou de folhas largas).

Referências e Recursos Confiáveis Online

http://www.weeds.iastate.edu/ Uma inestimável fonte de informações contemporâneas sobre herbicidas e ervas daninhas da Iowa State University.
, como o glifosato, com brotos emergentes é grande demais.
Ao se usar ferramentas manuais para remoção de ervas daninhas, deve-se tomar cuidado para evitar danificar as raízes superficiais e cormos em desenvolvimento. O glifosato não pode ser usado para pulverização devido ao contato inevitável com a lavoura. O glifosato se move rapidamente de um ponto de contato para todas as plantas, e pequenas quantidades podem causar um grande prejuízo. O oxifluorfeno é um herbicida com atividade residual e de Cultivo de taro na Samoacontato no solo, que pode ser usado após a emergência se a pulverização for direcionada cuidadosamente entre as fileiras da lavoura. Entretanto, existe algum risco de dano, pois o oxifluorfeno é volátil. O paraquat, todavia, é amplamente usado para controle de ervas daninhas entre as fileiras no taro. Ele não consegue se mover pelo solo para danificar as raízes; respingos da pulverização que atinjam as folhas da lavoura não prejudicam a safra; e não produz nenhum vapor. Também é importante, especialmente para controle de ervas daninhas em estações chuvosas tropicais, que o paraquat é resistente

Definição

A capacidade herdada de uma planta/erva daninha de sobreviver a uma dose de herbicida normalmente letal para sua espécie.

Referências e Recursos Confiáveis Online

http://www.weedscience.org/in.asp O Questionário Internacional de Ervas Daninhas Resistentes a Herbicidas monitora a evolução de espécies resistentes e avalia seu impacto. Todos as ocorrências confirmadas de novos casos são listadas.
à chuva dentro de 15-30 minutos da aplicação. Como a precipitação regular é essencial para a produção seca de taro, a resistência à chuva é uma vantagem enorme.
 

Definição

Ervas daninhas que retornam todo ano. Algumas delas apresentam a morte das partes aéreas durante o inverno, porém suas raízes continuam vivas e ressurgem na primavera. Algumas não apresentam morte das partes aéreas, crescendo em tamanho e estatura na próxima estação.

Referências e Recursos Confiáveis Online

A Sociedade Internacional de Ciência de Ervas Daninhas representas associações individuais em todo o mundo. Detalhes dessas associações regionais estão listados.
 

Definição

A ocorrência de excesso de líquido (como chuva) que origina se origina na parte alta do terreno e se acumula além da capacidade de absorção do solo. Quando isso ocorre, o excesso de líquido escorre pela superfície até chegar à água superficial mais próxima (reservatório d'água, lago, rio).