Segurança para operadores e transeuntes

 

Definição

Ervas daninhas que retornam todo ano. Algumas delas apresentam a morte das partes aéreas durante o inverno, porém suas raízes continuam vivas e ressurgem na primavera. Algumas não apresentam morte das partes aéreas, crescendo em tamanho e estatura na próxima estação.

Referências e Recursos Confiáveis Online

A Sociedade Internacional de Ciência de Ervas Daninhas representas associações individuais em todo o mundo. Detalhes dessas associações regionais estão listados.

Há um consenso entre as principais autoridades reguladoras mundiais que paraquat precisa ser utilizado com cuidado porque formulações de paraquat são irritantes para os olhos e para a pele. Entretanto, contanto que boas práticas básicas de agricultura sejam observadas, paraquat pode ser utilizado sem risco significativo para a saúde de operadores e transeuntes.

  • Em seu Health and Safety Guide No. 51 (Guia de Saúde e Segurança Nº 51), o International Program on Chemical Safety – Programa Internacional sobre Segurança de Produtos Químicos [um programa de colaboração entre o Programa da ONU para o Meio Ambiente, a Organização Internacional do Trabalho e Organização Mundial da Saúde (OMS)] concluiu que “com práticas razoáveis de trabalho, incluindo precauções com a segurança, medidas de higiene, e supervisão adequada, a exposição ocupacional durante a fabricação, formulação e uso de paraquat não constitui perigo. Porém, o concentrado sem diluição deve ser manuseado com grande cuidado, pois práticas inadequadas de trabalho podem resultar em contaminação dos olhos e pele”.
  • Na União Europeia (UE), a opinião do Comitê Científico para Plantas (SCP – Scientific Committee for Plants), especialista e independente, foi que “os resultados dos estudos em campo realizados em vários países indicam que os modelos de exposição superestimam substancialmente a exposição real ao paraquat em condições reais de trabalho. Assim, as exposições modeladas não podem ser usadas como a única base para a avaliação de risco para o operador. Com base nos estudos de exposição em campo, corroborados por informações de questionários de saúde de operadores, a opinião do SCP é que, quando o paraquat é usado como produto de proteção à planta conforme recomendado e de acordo com o prescrito pelas boas práticas de trabalho, seu uso não representa nenhum risco significativo à saúde dos operadores”. (SCP, 2002).
  • Em seu relatório de revisão do paraquat, a Comissão Europeia (CE) exigiu que os Estados Membros prestassem atenção particular à proteção de operadores, em particular para os usuários de pulverizadores mochila e manuais. “A disponibilidade do produto deve se limitar a verdadeiros /genuínos agriculturalistas, horticulturalistas e usuários profissionais” e “a concentração máxima de pulverizado não pode exceder 2g de bipirdil/litro para as aplicações com pulverizadores mochila ou pulverizadores manuais” (EC, 2003).
 

Definição

A ocorrência de excesso de líquido (como chuva) que origina se origina na parte alta do terreno e se acumula além da capacidade de absorção do solo. Quando isso ocorre, o excesso de líquido escorre pela superfície até chegar à água superficial mais próxima (reservatório d'água, lago, rio).

Em seu documento de fatos RED, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) exigiu que

os trabalhadores, após aplicação e retornando a aplicar, observem:

“um intervalo de 12 horas de Restrição à Reentrada /Restrição à Retomada de Atividade para os usos de paraquat relativos a controle de ervas daninhas no período pré-emergência ou precoce e para o controle de ervas daninhas em pomares e lavouras de legumes”

e “um intervalo de 24 horas de Restrição à Reentrada /Restrição à Retomada de Atividade é exigido para as aplicações de paraquat para desidratação de auxílio à colheita”.

 

A EPA dos EUA concluiu que as margens de exposição eram geralmente aceitáveis, mas exigiam uma redução da concentração do paraquat para pulverização para mitigar os riscos aos que pulverizam com mochilas, e exigiu que os misturadores e carregadores de produtos de paraquat vistam equipamento de proteção individual adicional (EPI adicional) comparado com aquele exigido para os aplicadores:

“EPI adicional está sendo exigido para os misturadores e carregadores: luvas, avental resistente a produtos químicos e proteção facial (viseira)” (EPA, 1997).