Paraquat é resistente à chuva em tempo recorde

Operações de controle de ervas daninhas com paraquat em uma plantação de chá: será que vai chover?Paraquat controla ervas daninhas eficazmente, mesmo que chova 15-30 minutos após a pulverização. Esta excelente resistência à chuva é exclusiva entre herbicidas, e proporciona benefícios práticos importantes aos agricultores. Mais trabalho pode ser realizado entre as pancadas de chuva, e o controle de plantas daninhas será melhor do que ao ser surpreendido por chuvas imprevistas durante o uso de herbicidas alternativos como glifosato ou glufosinato. A resistência à chuva do paraquat ficou evidente desde o início de seu desenvolvimento, no início da década de 1960 nas plantações do Sudeste da Ásia.1 Em estações chuvosas tropicais, como em outros lugares, a chuva repentina pode lavar herbicidas de ação foliar recém-aplicados das folhas de plantas daninhas, reduzindo ou eliminando sua eficácia.

Evidências experimentais

Experimentos de campo na Malásia mostraram as grandes vantagens da incrível resistência à chuva do paraquat.2 Dados climáticos de longo prazo indicam que há uma chance de 50% das operações de controle de ervas daninhas de qualquer dia serem prejudicadas pela chuva. Isto pode ser dispendioso em termos do herbicida e trabalho extra necessários para a repulverização. Além disso, a continuação do crescimento de ervas daninhas e a competição com a cultura no período anterior à repulverização, se necessária, é obviamente indesejável. Usando chuva simulada, descobriu-se que paraquat fica resistente à chuva 15 minutos após a aplicação, ou seja, nenhuma diferença pode ser medida entre os graus de controle de plantas daninhas com ou sem lavá-lo. Evidentemente, uma quantidade suficiente de paraquat deve ter sido absorvida neste curto tempo para eficácia máxima. Contudo, glifosato e glufosinato ofereceram controle de plantas daninhas ruim, mesmo quando o período sem chuva foi de 6 horas. Um experimento conduzido em um simulador de chuva sofisticado confirmou a resistência à chuva do produto à base de paraquat Spray.Seed comparado ao glifosato.3 Após a pulverização, o azevém anual (Lolium rigidum) foi submetido a uma chuva leve, de 2-3 mm/hora, durante 30 minutos, após diversos períodos sem chuva. Spray.Seed ficou claramente resistente à chuva após apenas 15 minutos, enquanto glifosato proporcionou controle ruim mesmo depois de 6 horas sem chuva. Os resultados são mostrados na Fig.1 Spray.Seed (250 g paraquat/ha) Glifosato (730 g sal/ha)  

Definição

Ervas daninhas que retornam todo ano. Algumas delas apresentam a morte das partes aéreas durante o inverno, porém suas raízes continuam vivas e ressurgem na primavera. Algumas não apresentam morte das partes aéreas, crescendo em tamanho e estatura na próxima estação.

Referências e Recursos Confiáveis Online

A Sociedade Internacional de Ciência de Ervas Daninhas representas associações individuais em todo o mundo. Detalhes dessas associações regionais estão listados.
 

Definição

A ocorrência de excesso de líquido (como chuva) que origina se origina na parte alta do terreno e se acumula além da capacidade de absorção do solo. Quando isso ocorre, o excesso de líquido escorre pela superfície até chegar à água superficial mais próxima (reservatório d'água, lago, rio).
   
            Fig. 1. Resistência à chuva de produtos de paraquat e glifosato em azevém anual (Syngenta, 2002).

Experiência prática

Eventos de chuva podem ser bastante complexos: o período sem chuva após a pulverização, a intensidade e a duração da chuva são as principais características que afetarão o escoamento do herbicida das ervas daninhas alvo. Uma pancada curta e forte pode ter efeitos semelhantes a um período mais longo de chuva constante. Uma chuva muito leve pode até ajudar, redistribuindo depósitos de pulverização sobre as folhas e caules. As características das plantas daninhas também são importantes. As folhas são cobertas de ceras, algumas das quais repelem a água mais do que outras. Aquelas que permitem que as gotas se espalhem, facilitam a penetração mais rápida dos herbicidas devido à maior área de contato. Entretanto, as populações de plantas daninhas geralmente são uma mistura de espécies com diferentes tipos de folhas, e todos os eventos chuvosos variam. Tipicamente, ao longo das muitas décadas de uso do paraquat, descobriu-se que um período sem chuva de menos de meia hora é suficiente para atingir os níveis máximos de controle de ervas daninhas.4 Paraquat não apenas é absorvido muito rapidamente pelas ervas daninhas, como também tem ação muito rápida. Isso permite que decisões sobre repulverização possam ser tomadas, um dia após a ocorrência de problemas. Com o glifosato, de ação lenta, o provável nível de controle não seria visível durante vários dias, ou mesmo semanas, dependendo da temperatura.

Outras vantagens

A penetração rápida do paraquat nas ervas daninhas tem outros benefícios relacionados com a resistência à chuva. Nas regiões costeiras estuarinas de cultivo de arroz na Indonésia, paraquat é o único herbicida que pode ser usado de forma eficaz na preparação do solo. Apenas algumas horas entre separam as marés que levam a água do rio para a terra, lavando quaisquer herbicidas aplicados das folhas das ervas daninhas. Paraquat é o único herbicida que pode ser absorvido rápido o bastante para garantir que ingrediente ativo suficiente entre nas células vegetais para oferecer algum nível útil de controle de ervas daninhas. Quando usado em um sistema de plantio direto

Definição

Também conhecido como lavoura de conservação ou plantio direto, é uma maneira de cultivar lavouras ano a ano sem perturbar o solo através do preparo do solo, ou seja, cultivo do solo geralmente com implementos aplicados por trator.

Referências e Recursos Confiáveis Online

http://www.no-till.com/ Um portal de informações online sobre o plantio direto.
, o preparo da terra para o plantio de arroz usando paraquat leva apenas 7-10 dias em uma típica propriedade de um hectare. Sistemas tradicionais levam de 1 a 2 meses. Com paraquat, uma família pode cultivar 2-4 hectares, colhendo duas safras por ano. A produção de arroz pode aumentar em 60% a cada colheita, ou 120% durante um ano. Em última análise, graças à resistência eficaz à chuva, os produtores de arroz de maré que usam paraquat podem triplicar sua renda anual.

Referências

  1. Jeater, R S L (1964). Evaluation of paraquat and diquat for weed control in rubber (Avaliação de paraquat e diquat para controle de plantas daninhas em borracha). Weed Research, 4, (2), 133 – 141
  2. Lim, J L & Ngim, J (1997). Evaluating non-selective herbicides for rainfast properties in Malaysia (Avaliação de herbicidas não seletivos

    Definição

    Um produto químico usado para eliminar somente certos tipos de ervas daninhas (ervas daninhas anuais gramíneas ou de folhas largas).

    Referências e Recursos Confiáveis Online

    http://www.weeds.iastate.edu/ Uma inestimável fonte de informações contemporâneas sobre herbicidas e ervas daninhas da Iowa State University.
    quanto a propriedades de resistência à chuva na Malásia). The Planter, Feb 1997
  3. Syngenta Australia technical bulletin (Boletim técnico da Syngenta Austrália – 2002)
  4. Bromilow, R H (2004). Paraquat and sustainable agriculture (Paraquat e agricultura sustentável). Pest Management Science, 60, 340 – 34

Observações

A marca registrada do principal produto de paraquat é Gramoxone. Spray.Seed contém uma mistura de paraquat e diquat